A Ford introduziu várias novidades no EcoSport 2018 e uma delas é o sistema de ar-condicionado com um conceito avançado de refrigeração e eficiência no uso de energia que garante o melhor conforto térmico da categoria. Esse sistema foi desenvolvido especialmente para o utilitário esportivo, projeto que levou em conta não apenas a conveniência como a economia de combustível e a segurança veicular.

A engenharia de climatização da Ford buscou itens inovadores para atender às novas exigências deste tipo de equipamento. “Ter um ar-condicionado eficiente no veículo não é só uma questão de conforto ou conveniência, mas também de segurança. Além de desembaçar os vidros e renovar o ar da cabine, ele serve para evitar a sonolência causada pelo calor excessivo e deixa o motorista mais alerta”, diz Hugo Campero, engenheiro da Ford. “No Novo EcoSport, fizemos um projeto especial para avançar na eficiência do sistema, que é o melhor do mercado e comparável somente a veículos de alto luxo.”

O ar-condicionado do EcoSport agora dispõe de sete opções de velocidade, que permite uma graduação mais apurada de temperatura e, a partir da versão FreeStyle, inclui comando eletrônico com ajuste automático de temperatura. Ele tem funcionamento silencioso e os novos botões de controle facilitam o manuseio, com design ergonômico e acabamento emborrachado. Além disso, traz duas novas funções: Max, para acelerar o resfriamento em dias quentes; e Max Defroster, para desembaçar os vidros dianteiro e traseiro rapidamente.

Por usar compressor com pistões de volume variável, o sistema tem capacidade para operar com 5% a 100% da capacidade máxima e se regula automaticamente, de acordo com a necessidade, economizando combustível. Seus novos dutos de distribuição de ar, com vedação e isolação mais apurada da temperatura do motor, também contribuem para melhorar o desempenho.

“Somente para definir o perfil dos dutos do sistema foram realizadas mais de 200 horas de simulação de engenharia e a mesma base de tempo foi dedicada para calibrar o balanço térmico”, completa o engenheiro. “Para o usuário, isso se traduz em um ambiente agradável e silencioso, com muito conforto.”