Os equipamentos exclusivos de segurança, dirigibilidade e conectividade estão entre os diferenciais que contribuíram para o sucesso do carro da Ford

Os sedãs premium conquistaram a preferência do consumidor que busca espaço, conforto e tecnologia e as vendas registradas em novembro apontam que esses modelos estão em alta. Um exemplo é o Fusion 2017, que conquistou a fatia de 90,7% do mercado, com 410 vendas, a maior dentre todos os segmentos no País, conforme dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), relativo às comercializações do último mês.

Para se ter ideia do domínio do modelo da Ford, o segundo colocado da lista vendeu 27 vezes menos. Como o melhor mês de vendas ao longo de 2016, esses dados elevam a confiança dos revendedores de carros. Na avaliação do diretor da Contauto, Apolo Figueiredo Rizk, 2017 apresenta melhores perspectivas para o setor. “Sabemos das dificuldades econômicas enfrentadas pelo País, mas estamos otimistas e vamos continuar investindo em trazer o melhor para os nossos clientes”, garante.

Diferenciais

O Novo Fusion chegou para competir em vantagem com todos os veículos do segmento de sedãs premium. São quatro versões de acabamento, todas completas com equipamentos exclusivos para segurança, dirigibilidade e conectividade, sendo o primeiro da categoria a oferecer assistente de frenagem autônoma com detecção de pedestres. Oferece ainda piloto automático adaptativo com “stop and go”, que, quando acionado, acelera e freia automaticamente na aproximação de outro veículo; alerta de colisão com assistência de frenagem autônoma, além do sistema “start and go”, que desliga e liga o carro no trânsito para economia de combustível.

Outra novidade é o estacionamento de segunda geração, para vagas paralelas e perpendiculares. Em termos de conectividade, vem com o sistema SYNC 3 com tela de 8 polegadas, que permite, por comandos de voz, acesso a telefone, navegador, música, climatização e aplicativos, além de interface Apple CarPlay e Android Auto para smartphones.

A transmissão automática de seis velocidades é acionada pelo novo seletor E-shifter no console no lugar da tradicional alavanca de câmbio, mais elegante e funcional. A lista de equipamentos inclui ainda oito airbags, sistema de monitoramento de ponto cego, sistema de permanência em faixa, sistema de detecção de cansaço, cintos de segurança traseiros infláveis e controle eletrônico de estabilidade e tração, que garantem o padrão cinco estrelas de segurança. Para completar, a potência do motor 2.0 EcoBoost foi aumentada para 248 cv e ficou 7% mais econômico. O motor 2.5 Flex, de 175 cv, melhorou o consumo na mesma proporção.

Gostou? Compartilhe!!